Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Revista Inominável

A revista para lá da blogosfera!

Ter | 20.03.18

Viagens | Passear a pé #4

 

 

O Piódão, uma das nossa aldeias-maravilha, está bem perto de uma outra aldeia mais pequena mas igualmente maravilhosa e que é obrigatório conhecer. O meu desafio é que esqueçam o carro e a estrada de alcatrão e façam o percurso a pé que liga as duas aldeias desde há séculos. Vão ver que vale bem a pena.

 

Piódão (18).JPG

 

Percurso Piódão-Foz d’Égua

 

Este é um percurso circular que nos leva desde a belíssima aldeia do Piódão à não menos bela e pequenina aldeia de Foz d’Égua, conhecida pelas suas duas pontes situadas na confluência das ribeiras de Chãs d’Égua e do Piódão. No caminho encontramos algumas casas em ruínas e podemos observar a paisagem geométrica das quelhadas – terrenos cultivados em socalcos no declive da encosta, com escadas a fazerem a comunicação entre eles.

 

Piódão (1).JPG

 

Piódão (2).JPG

 

Piódão (3).JPG

  

Piódão (7).JPG

 

Piódão (9).JPG

 

Piódão (13).JPG

 

Piódão (15).JPGPiódão (4).JPG

 

Piódão (20).JPG

 

Piódão (8).JPG

 

Localização: Piódão (concelho de Arganil, distrito de Coimbra)

Início e fim: no largo principal do Piódão

Comprimento: 6 km

Duração: 2 horas

 

Piódão - mapa percurso.png

 

Piódão (17).JPG

 

Características especiais: Foz d’Égua encontra-se numa cota mais baixa do que o Piódão, pelo que a segunda parte do percurso será maioritariamente a subir; a forma mais fácil de fazer este passeio é começar pelo lado mais longo, seguindo pelo lado oeste da ribeira do Piódão até chegar a Foz d’Égua, e regressar pelo trilho mais curto, cujos declives são menos acentuados.

Piódão (5).JPG

 

Piódão (6).JPG

 

Piódão (16).JPG

 

No post de amanhã vamos até um trilho ainda quase desconhecido, pois apenas foi qualificado em Dezembro do ano passado. E tenho a certeza de que vão adorar!

 

 

 __________________________________________________________________

Publicado em Inominável nº 12

por Ana CB autora do blog Viajar. Porque sim

 

Siga-nos no Bloglovin