Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Revista Inominável

A revista para lá da blogosfera!

Ter | 09.10.18

Editorial #16

Inominável
Uma aventura que já deixa saudades   Passaram 3 anos. Quem diria? Nem eu, que sofro de um optimismo crónico. Eram tantos os obstáculos... Primeiro havia que reunir uma equipa, uma mão cheia de gente que gostasse de escrever e escrevesse bem. Já sabíamos que seria uma revista online e generalista; definir as colunas foi fácil. Depois arrastámo-nos numa discussão imensa sobre o nome. Como é que se consegue convencer uma data de gente a embarcar num projecto meio louco e não se (...)
Sex | 17.08.18

Dicas de Farmacêutica | Desfrutar o calor com saúde

Inominável
A cada Verão, têm vindo a registar-se temperaturas mais elevadas e as estações do ano deixaram de existir com as características que aprendemos na escola. As folhas do outono às vezes caem no inverno; o frio do inverno vem cada vez mais tarde, mas também cada vez mais rigoroso; a primavera deixou quase de existir; o verão vem quando lhe apetece, com ondas de calor que não são nada benéficas para a nossa saúde.   O corpo humano dispõe de vários mecanismos para regular a (...)
Qui | 16.08.18

Agenda Inominável | Verão imparável, é com a Inominável! - # 2

Inominável
(continuação) FESTA DO AVANTE A Festa do Avante decorrerá na Atalaia, Amora, Seixal, nos dias 7, 8 e 9 de setembro. Durante os três dias de festa haverá um vasto e diversificado programa de espetáculos nos mais de 10 palcos, com destaque para o Palco 25 Abril e o Auditório 1º de Maio. Na sexta-feira, dia 7, dá-se o arranque com um grande espetáculo de música clássica ao ar livre, único no nosso país. Mas nem só de música se faz a 42ª edição da Festa do Avante, havendo (...)
Ter | 14.08.18

Editorial #15

Inominável
  Calor e outros exageros   Há poucos meses o país sofria com a seca – e depois choveu tanto que, além das barragens e albufeiras ficarem cheias, houve estragos um pouco por todo o lado. Como as alterações climáticas engoliram a Primavera e o Outono – as minhas estações preferidas, e das quais guardo saudosas memórias – saltámos directamente para um Verão que teimava em não aquecer – e depois, durante 4 ou 5 dias as temperaturas foram tão altas que S. Pedro deve ter (...)