Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Revista Inominável

A revista para lá da blogosfera!

Sex | 07.09.18

Por terras nascidas do mar | Comparações inevitáveis e montanha-russa hormonal #3

(continuação)

Em relação a atendimento médico humano, dou por mim a comparar com a experiência em Inglaterra, de que também já vos falei; a nível de simpatia, humanismo e tempo de espera para o atendimento temo que fiquemos aquém, mas em termos de rigor nas análises e exames e na eficiência os pontos ficam do nosso lado. O ideal era a fusão das duas realidades, mas a ter de escolher prefiro a eficiência! A minha gravidez é vigiada no centro de saúde e no hospital, com umas caras mais simpáticas que outras, mas tenho ao meu dispor o acesso a todos os tratamentos e exames necessários, e também o esclarecimento de dúvidas, que são muitas, pois passados vinte anos as coisas são diferentes e eu sinto-me novamente mãe de primeira viagem! Felizmente não preciso de assistência especial, pois apesar dos incómodos inerentes a uma gravidez, estou saudável, e o meu rapazinho tem sido um “inquilino” muito bem comportado! O calor não tem sido nosso aliado, e sei agora ao fim de 43 anos de vida o que é ter pés inchados, ou “chispes”, como carinhosamente aqui por casa se referem aos meus pés outrora esguios e leves...

Outra comparação que acabei inevitavelmente por fazer entre os dois países foi a dos preços da roupa, especialmente a de criança, e confesso que a saudade aí bateu forte! Mas como tenho amizades e família em terras de Rei Artur, nada como encomendar umas quantas peças para o bebé, e também para mim, já que estamos ambos com um alto percentil de crescimento! Na verdade, pelo preço de um trapinho cá compro dois ou três lá, e ainda compensa os portes de envio... Uma opção aqui bastante utilizada é a compra de artigos em segunda mão, embora cá mesmo estes não saiam tão em conta. Mas, já munida da grande experiência que trouxe comigo, consegui excelentes negócios, entre eles destacando-se um berço em mogno, feio como tudo mas de qualidade, barato e já com colchão incluído, que eu personalizei com uma boa pintura e desenhos de motivos marinhos, ou não fosse o pai da criança um amante do mar!

IMG-20180614-WA0001.jpg

Concluindo: nesta vida tudo passa, os pés inchados e o Verão, do qual ainda irei aproveitar coisas boas certamente, como tenho feito até agora apesar do peso extra: umas braçadas nas piscinas naturais aqui perto de casa, rodeada de peixinhos que vêm com as ondas, almoços nos parques florestais, e passeios na marina...

Com a partida dos cagarros e a chegada do Outono, chegará também uma nova rotina – bem mais atarefada! – da qual vos falarei neste nosso espaço. Mas por agora despeço-me com carinho, sentindo-me redonda como uma rotunda enquanto vos teclo, e faço votos de um excelente resto de Verão, cheio de boas energias!

 

Com amor, da ilha

____________________________________________________________________

Publicado em Inominável nº 15

por Inês Rocha, autora do blog Alquimia do Momento

Siga-nos no Bloglovin