Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Revista Inominável

A revista para lá da blogosfera!

Sex | 20.04.18

Fotografia: A luz e o olhar | A fotografia aeronáutica - parte 2

(continuação)

#13 A1.jpg

O que devemos fazer? O que podemos explorar, dentro das condicionantes apresentadas, para fazer boas fotografias? A imaginação é sempre fundamental. Usar as condicionantes a nosso favor também. Se estiver um dia soalheiro podemos esperar pelo final da tarde e conseguir umas cores bem quentes, alaranjadas.

#13 G1.jpg

#13 G2.jpg

 14Se for um dia mais escuro, podemos aproveitar o lusco-fusco de forma a obter uma composição mais fria.

#13 H1.jpg

#13 H2.jpgEm dias chuvosos, a quantidade de água na pista pode criar belos efeitos quer nas aterragens, quer nas descolagens.

#13 I1.jpg

#13 I2.jpg

Se a fotografia aeronáutica vos interessar, podem informar-se sobre alguns aviões que têm a parte inferior (barriga) com pinturas, títulos, bandeiras, etc… Vão para a cidade, informem-se das zonas onde os aviões passam a baixa altitude e fotografem.

(ver galeria)

No caso dos aviões a hélices é importante fotografar com velocidades mais baixas, em detrimento de congelar rapidamente o motivo. Porquê? Porque não faz sentido ter o avião no ar e, na imagem, as hélices aparentarem estar paradas. É preciso criar a ideia de que as hélices estão em movimento. Há que garantir um bom foco, sem oscilações da câmara, para não desfocar.

#13 K1.jpg

 #13 K2.jpg

Ou sejam audazes. Disparem sem pensar nas regras. Por vezes o resultado é surpreendente.

Usem a vossa criatividade, e já sabem, boas fotos!

 

 __________________________________________________________________

Publicado em Inominável nº 13

por Gil Cardoso autor do blog Gil Cardoso

Siga-nos no Bloglovin