Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Revista Inominável

A revista para lá da blogosfera!

Ter | 22.05.18

Animais & Mais | Será assim tão horripilante? #2

(continuação)

Vamos saber mais?

Comportamento

A ratazana é sociável, e acho que já percebem que isso quer dizer que gostam de viver em grupo, por isso já sabe que deverá ter duas ou três. Se forem da mesma ninhada, há machos que convivem a vida toda sem problemas, embora na puberdade um deles vá manifestar-se como macho “alfa”. Há quem prefira, no entanto, ter só fêmeas. Ou então um macho e uma fêmea, sendo um deles esterilizado, senão terá muitos mais...

001.png

Este animalzinho é muito curioso e devido à sua inteligência pode ser treinado para fazer as necessidades num local destinado para o efeito; inclusive, podem ensinar-lhe vários truques, e há até quem os ensine a andar com trela  - claro que adaptada à sua estrutura. Como vêem, não é assim tão diferente de um cão, apenas um pouco mais pequeno que o Chihuahua.

São animais nocturnos, bons nadadores, escavadores e trepadores! Verdadeiros acrobatas!

ratazanatrela.jpg

 E agora pasmem: riem quando lhes fazemos cócegas!

Muitos associam a ratazana a sujidade, mas nada mais errado! São animais que passam cerca de um terço do tempo em que estão acordados a tratar da sua higiene, seja da própria ou dos elementos da sua pequena comunidade. Portanto, meus caros, são animais bem limpinhos!

Será também interessante dizer-vos que num grupo de ratazanas é estabelecida uma hierarquia, e pode existir a tendência para simularem lutas, saltando e perseguindo-se. Inclusive, podem até investir contra o pescoço umas das outras, mas quando as lutas são para valer elas geralmente atacam a parte traseira do corpo e ficam eriçadas, emitem guinchos estridentes.

Antes de adoptar uma ratazana esteja ciente do seguinte: é importante que estejam habituadas ao ser humano e ao ambiente doméstico. Tenha atenção a quem vai adoptar/adquirir este pequeno animal. Será tanto mais fácil a mudança para um novo ambiente, e a sua adaptação, quanto mais ela esteja sociabilizada com humanos. É normal que no início se mostre tímida e desconfiada, mas após esse período ela desenvolverá um grande apego com o seu companheiro humano; de facto, a ratazana precisa da presença e do seu afecto diário para desfrutar de um pleno estado de bem-estar. E sobretudo não o faça por impulso, pense bem, irá ter um ser vivo que depende da sua responsabilidade.

Como é lógico, animais com mau estado de saúde são para desconfiar, tenha atenção a:

  • Secreções nasais avermelhadas
  • Secreções oculares avermelhadas
  • Feridas abertas
  • Letargia
  • Respiração com dificuldade
  • Fezes aquosas

Se as ratazanas tiverem sido socializadas com humanos e gozarem de boa saúde, serão animais muito dóceis, que adoram um colinho e respondem com agrado dando pequenas lambidelas. Existem muitas fotos com ratazanas apoiadas nos ombros e aninhadas no colo dos seus humanos de estimação.

(continua)

__________________________________________________________________

Publicado em Inominável nº 13

por Golimix autora do blog Eu tento, mas meu tento não consegue

Siga-nos no Bloglovin
 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.