Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Revista Inominável

A revista para lá da blogosfera!

Qua | 11.05.16

Comédia no cinema: é de morrer a rir!

Inominável
O cinema como arte tem de tudo um pouco: romance, drama, ficção científica, suspense e obviamente comédia. E é curiosamente no riso que encontramos os primeiros grandes  sucessos do cinema. Desde muito cedo que o grande écran encontrou no humor uma forma de expressão ideal para passar mensagens. O grande pioneiro terá sido Max Linder, logo seguido pelo eterno Charlie Chaplin. Todavia, o criador da simpática figura do Charlot teve ainda o especial condão de usar o humor como (...)
Qui | 25.02.16

Amor e cinema: a mistura perfeita! #2

Inominável
Este é, por assim dizer, a primeira de muitas películas que Hollywood teve o cuidado de nos oferecer durante todos estes anos, onde o amor foi tratado e vivido de forma muito dramática. Quase dando razão ao belo soneto de Luís de Camões: Amor é um fogo que arde sem se ver; É ferida que dói, e não se sente; É um contentamento descontente; É dor que desatina sem doer Deixemos por agora a poesia e regressemos ao cinema. E a outra história de amor… também ela mal resolvida. (...)
Qua | 24.02.16

Amor e cinema: a mistura perfeita! #1

Inominável
Alguém será capaz de imaginar o cinema sem o tema do amor? Alguém conseguirá calcular quantos filmes se fizeram sob a capa de um dos sentimentos mais incondicionais da natureza humana? Só na Índia, um dos países com maior produção cinematográfica do mundo, as histórias de amor apresentadas no grande “écran” sucedem-se. Naturalmente, são as enormíssimas comunidades espalhadas pelo mundo as grandes consumidoras deste tipo de cinema, quase sempre acompanhado de músicas e (...)
Sex | 22.01.16

Eu, o cinema e o Natal #2

Inominável
Desde aquele tempo mundialmente conturbado até aos dias de hoje muita coisa mudou na sétima arte, especialmente a forma como esta se dedicou a mostrar o Natal: uma época de paz e harmonia, e onde palavras como solidariedade, amizade ou família parecem fazer sentido. Todavia, nos últimos vinte, trinta anos surgiu uma espécie de “praga” cinematográfica a que deram o pomposo nome de “Comédias Românticas”. Uma “espécie” de sétima arte claramente muito pobre mas à qual (...)
Qui | 21.01.16

Eu, o cinema e o Natal! #1

Inominável
Alguém imagina a época natalícia sem luzes, pinheiros, Pai Natal ou prendas? Certamente que não! Também eu partilho desta certeza! Mas acrescento àquelas premissas… o cinema! Ora, é desta relação fraterna e muito próxima que vos venho aqui falar! A época do Natal sempre foi, para o cinema, um manancial de ideias e razões para lançar comercialmente muito dos seus filmes. Naturalmente, alguns de notória qualidade, mas a maioria nem tanto. A Walt Disney Company é uma das (...)