Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Revista Inominável

A revista para lá da blogosfera!

Ter | 01.03.16

Chá sob o guarda-sol

Inominável
Um pacotinho de açúcar a ser vertido numa chávena de chá fervente. O cantinho de papel, que nem há nada foi rasgado com a ajuda de dois dentes, balança por entre os vapores na iminência de se precipitar no líquido mate, mas é seguro com dois dedos e amarrotado junto com o resto do pacote. Dois dedos de unhas envernizadas de vermelho e nem uma lasca, um descuido, nada mais que o verniz rebrilhando na pele lisa das mãos, um castanho muito leve que é também a cor dos braços (...)
Seg | 29.02.16

Maria de Fátima Santos

Inominável
As primeiras letras, as leituras ouvidas, foi de minha mãe que as soube, às tardes e pelas noites, em contos que ela me lia ou inventava. Quando me fiz de idade, frequentei a escola que, ao tempo, era a soma dos salpicos que as salas de aula faziam pela cidade. Calhou-me uma sala enorme por cima de uma adega. Tinha para recreio uma varanda e, do outro lado duma rua estreita, fazia-se pão e cheirava a estevas e a lume. Num dia, o meu pai levou-nos para África. Fomos num navio e foi (...)
Qua | 13.01.16

Colunista acidental nº 1

Inominável
ILHAS Surgidas das entranhas de Vulcano Elevam-se das ondas dos oceanos - Encostas bordejadas por levadas - Montanhas, que contrastam a beleza Agreste, que lhes deu a Natureza, Com flores, por socalcos derramadas.   Milénios são passados, desde os tempos Que contam que, fugindo aos seus tormentos, Os deuses se escondiam muitas vezes. Por certo procuravam (...)
Ter | 12.01.16

Vítor Cintra

Inominável
Vítor Cintra, um autor que ficará para a história e que, por mérito, deveria ser estudado e incluído no Plano Nacional de Leitura (Ler+); um homem único, a quem tenho a honra de chamar Pai, que me deu o privilégio de partilhar o seu imenso saber, a sua cultura e os seus valores.  Talvez seja difícil para a (...)
Qua | 14.10.15

Colunista Acidental nº 0

Inominável
Dizem que o homem é descendente do macaco e eu não duvido. Há uma grande preocupação geral em evoluir. E eu não questiono. Estudam-se as diferentes formas da evolução do homem. E eu aceito. Mas, permitam-me a questão, se o homem é descendente do macaco, se há uma grande preocupação em evoluir procurando-se diferentes formas de evolução do homem... Por que razão ninguém se preocupa com a evolução do macaco? Dir-me-ão os mais cépticos: Mas o macaco não evoluiu! Ou os (...)