Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Revista Inominável

A revista para lá da blogosfera!

Qua | 04.05.16

Primavera (é) no Alentejo

Porquê este título? Porque o Alentejo é especial na primavera. A paleta de verdes do inverno cessante salpica-se de branco. O branco da flor da esteva – essa cistácea que tão bem caracteriza a flora do bosque mediterrânico.

 

 

Este ano as flores surgiram mais cedo: será a primavera precoce das alterações climáticas? Talvez. Seja como for, passear nos campos alentejanos, a partir de março até finais de maio, é uma ode aos sentidos. Há no ar uma alquimia de perfumes. O perfume das flores do rosmaninho e da marcela. Cheiros fortes que anestesiam a nostalgia e conduzem ao encantamento. Passear ao som do canto da cotovia e do melro ou da água que corre nos riachos – ainda cheios por esta altura – é pura magia. No final das tardes, o chilrear dos pássaros no silvado, na mata, no bosque, alegra e faz sonhar. Onde quer que estejamos, a vida pulula por entre ervas e arbustos. 

 

 

As azinheiras, “velhas” companheiras do montado, esperam, serenas, pela chuvas de abril para beberem o suco da vida e assim permanecem até que a alma lhes doa e o corpo sucumba aos anos. Vale a pena conhecer essa típica fito-comunidade, pois a teia de vida que lhe está associada merece destaque. No montado encontrará: aves de rapina (e outras), pequenos mamíferos roedores (e não só), répteis, insetos e outros artrópodes. Uma comunidade biótica que poderá mostrar, por exemplo, às crianças, ajudando-as a compreender melhor a complexidade da Vida nos ecossistemas. Pois, como alguém disse: “só se ama aquilo que se conhece”. Um simples passeio na Natureza poderá, por um lado, transformar-se numa autêntica lição de Ecologia, por outro, constituir um pretexto para respirar ar puro, evitar o stresse das cidades e praticar um estilo de vida saudável.

 

 

 

Na primavera, a magia das aves e das flores nos campos intensifica-se e faz sonhar mais. Nas hortas, os laranjais (em flor) perfumam o ar. A noite chega de mansinho à planície (já) ensolarada. Sabe bem escutar o silêncio nos campos do Alentejo. O Alentejo genuíno e da tradição: das searas e rebanhos; do pastor de samarra e safões; do cante alentejano; da água fresca das fontes.

Ouvir o cante nas ruelas de Serpa… subir ao alto de Monsaraz e avistar o grande lago – Alqueva… caminhar na “vila velha”, subir ao castelo e apreciar o “Grande Rio do Sul” em Mértola… revisitar o circuito mineiro em S. Domingos ou no Lousal…

 

 

dormir na Corte Nova da Preguiça (em S. Luís, Odemira), apreciar a beleza do litoral alentejano e comer salmonetes grelhados (com molho do fígado dos ditos) na tasca do Celso em Mil Fontes… observar os mergulhões ao final da tarde, na Barragem do Roxo, e ir jantar ao restante “O Cabecinha” em Aljustrel… entrar pela Porta da Lagoa, caminhar até ao Templo de Diana e acabar a noite no Vila Galé, em Évora… descobrir os terrenos do mais famoso anticlinal do país - Estremoz, beber um café no “Central” e pernoitar na Pousada Rainha Santa Isabel…

 

 

Estes são, apenas, alguns dos muitos percursos possíveis de realizar no Alentejo – a região onde o silêncio invade os espaços e se prolonga para lá do horizonte…

 

______________________________________________________________________

Publicado em Inominável nº 3

por Maria Sebastião, autora do blog Escrita ao Luar e 
participante no blog Aprender uma coisa nova por dia

Seg | 02.05.16

O que comer antes e depois do treino?

Braços descobertos, costas ao vento e calções bem curtinhos, assim idealizamos a primavera que se aproxima colorida. É tempo de repensar um investimento no ginásio, ou numas corridas ao ar livre. Para rentabilizares o teu treino ao máximo, é fundamental que adotes uma alimentação adequada, antes e depois, que permita ao teu organismo usufruir ao máximo do treino sem menosprezar o seu equilíbrio. Curioso(a)? Toma notas!

 

Antes do treino

007.png

Uma refeição pré-treino é fundamental para garantir a energia e o rendimento durante todo o exercício. Deves optar por fazê-lo cerca de 1 a 2 hora antes, adaptando contudo ao teu horário pessoal:

  • Caso tenhas feito uma refeição completa (pequeno-almoço ou almoço, por exemplo) até 3 horas antes, então não necessitarás de uma refeição adicional;
  • Se, por outro lado, só tens oportunidade de fazê-lo 30 minutos antes, opta por alimentos de absorção rápida e digestão fácil - exemplos: bebida energética ou fruta.

 

Nesta refeição, o ideal será complementar alimentos de rápida absorção - que proporcionem energia para o início do treino - com alimentos de lenta absorção - permitindo manter o rendimento até ao fim. A escolha de alimentos deve ser personalizada de acordo com os teus objetivos:
A) Aumentar a massa muscular: Hidratos de carbono de absorção rápida + hidratos de carbono de absorção lenta cereais integrais + fruta, por exemplo.
B) Perda de massa gorda: Apostar em alimentos mais proteicos, podendo adicionar hidratos de carbono de absorção lenta batidos e barras proteicas, ovos...
(Evita gorduras, para diminuir o desconforto gástrico.)

 

Depois do treino

008.png

Depois de um treino intenso, deverás restabelecer as reservas do organismo, assegurando energia para o treino seguinte. Mais uma vez, as escolhas devem depender do objetivo:

 

A) Aumentar a massa muscular: Ingerir alimentos proteicos nos primeiros 30 minutos, juntamente com hidratos de carbono (de absorção rápida de preferência) - caso não necessites de perder massa gorda.
Os alimentos proteicos também podem ser ingeridos antes do treino, neste caso, mas têm mais efeito nesta meia hora conhecida por janela metabólica.
B) Perder massa gorda: Optar por alimentos proteicos.
Adiciona alimentos ricos em antioxidantes - como frutos vermelhos - para promover a neutralização de radicais livres resultantes do exercício físico.

 

Hidratação

d22bd4ef-7c2a-4e4f-b4aa-8b680cf08b80.jpg

A hidratação é um item a não esquecer, antes (até 30 minutos antes do exercício) e durante a prática desportiva.
Não apostes em bebidas com propriedades diuréticas, pois dificultam a reidratação do organismo - chá, bebidas com cafeína, álcool, etc.

 

Suplementação

ee971715-64f7-4ef9-a6ec-86ab5ca00335.png

Os suplementos podem ser úteis em alguns casos, se adequados a cada pessoa. Contudo, devem ser sempre aplicados sob aconselhamento e vigilância de um profissional de saúde especializado. Alerto ainda que esta suplementação inclui produtos falados vulgarmente, como a proteína whey, por exemplo.
Não esquecer que cada pessoa é diferente e que deves experimentar e adotar a opção que funcionar melhor com o teu corpo.

 

Para mais dicas, segue-me no blog em Happy & Healthy

______________________________________________________________________

Publicado em Inominável nº 3
por Rita Fonseca autora do blog Happy & Healthy

Pág. 4/4