Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Revista Inominável

A revista para lá da blogosfera!

Seg | 16.05.16

Sim, era verdade.

Inominável
Era verdade quando me diziam que bom, bom era ser criança. Era verdade quando me diziam que não devia ter pressa para ser adulto, que ser adulto era uma treta e era muito melhor ser criança. Era verdade quando me diziam que ser adulto implicava ter muitas responsabilidades. Sim, era verdade.   Mas não era verdade quando me diziam que quando fosse adulto não poderia brincar. Posso. As brincadeiras já não são as mesmas mas continuamos a poder brincar. Aquelas brincadeiras com (...)
Dom | 06.03.16

Receita do amor

Inominável
Reza a lenda que o amor nasceu na cozinha e que deve ser alimentado todos os dias. Nunca ouviste dizer? Pois bem, então parece que hoje sou eu que te vou contar algo novo, através do poema do amor. Para que o amor exista em pleno são necessários vários ingredientes para que ele continue a crescer forte e lindo como o conhecem; mas onde é que essas coisas existem? Na cozinha, está claro! Então, se queremos que o nosso amor se mantenha forte, devemos ter em atenção estes (...)
Sex | 04.03.16

Vamos ser felizes para sempre?

Inominável
O amor tal como a vida é feita de escolhas. Podemos escolher entre a felicidade plena ou pela incerteza e pelo risco da paixão. Há pessoas que mesmo podendo optar pela tranquilidade de um sentimento maduro e estável, optam pela dúvida de um olhar correspondido e de um sorriso trocado. Não faz sentido, mas algumas pessoas não se adaptam a relações duradouras, a rotinas que quer queiramos quer não acabam por existir. É difícil escolher entre o calor que existe em todos os (...)
Seg | 04.01.16

E quando nem tudo é bonito?

Inominável
Já todos sabemos a lengalenga do costume. O Natal é uma época de partilha, paz e felicidade. Não digo que é mentira, só digo que para alguns isso não é verdade. O Natal é uma época muito bonita e familiar. É quando as famílias se juntam para conviver, comer e trocar prendas. Estejamos tanto a falar de família de sangue como de amigos que se vêem como família. (...)
Qua | 16.12.15

O Natal já não é como antigamente

Inominável
O Natal já não é como antigamente, bem o dizem os mais velhos. Antes as casas começavam a encher-se de alegria um mês ou 15 dias antes, iam chegando prendas (que se escondiam dos mais pequenos) e só quando a árvore de pinheiro verdadeiro era montada, no início de Dezembro, é que as prendas apareciam e diziam-lhes esta deu a vizinha da (...)