Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Revista Inominável

A revista para lá da blogosfera!

Qui | 17.08.17

Criador de Impossíveis | o estranho e outras descobertas

Sofia Silva
Quatro canecas de chá estavam pousadas sobre a mesa da sala, fumegando. Miguel pegou numa delas, deu um gole e voltou a pousá-la. Três pares de olhos fitavam-no, expectantes. – Estão a dizer-me que eu encontrei uma aldeia praticamente no topo do mundo, à parte de toda a civilização, cujos habitantes têm a capacidade de criar fogo com as próprias mãos e que, a cumprirem aquilo que era suposto, vocês deveriam ter-me matado? Escarlate, Sora e Ignis acenaram com a cabeça, em (...)
Seg | 24.07.17

Criador de Impossíveis | três cúmplices

Sofia Silva
  Enquanto a música continuava a fazer-se ouvir ao fundo elas arrastavam o desconhecido, ainda inconsciente, pela neve. Deixavam um trilho que Sora apagaria mais tarde. Sora abriu a porta de casa de Escarlate com a chave que ela lhe confiara há tanto tempo e, já cansadas, deixaram o corpo cair cuidadosamente no chão da sala. Escarlate estava sentada no cadeirão de baloiço, com um livro em mãos, mas levantou-se prontamente quando as viu arrastando um corpo pela casa adentro. - (...)
Sex | 24.03.17

Carnaval

Inominável
Escarlate sentou-se, por fim. As luzes ao longe contrastavam aguçadamente com a escuridão que a cercava. A ela e à rapariga. A rapariga, Ignis, caminhava de um lado para o outro, umas vezes manobrando distraidamente o punhal que trazia, outras lançando pequenas chamas para o chão, vendo a neve a derreter a seus pés quando entrava em contacto com o fogo. Era mais impaciente do que Escarlate, menos resignada e daria tudo para estar no centro da vila, em vez de estar ali. Dali a pouco (...)
Ter | 31.01.17

Fogo

Inominável
  Havia uma luz na escuridão do bosque; como que sabendo que ela estava perdida, como que guiando-a a fugir de um frio que ela já não sabia se vinha também de fora, ou já só de dentro. Perguntava-se, para manter a cabeça ocupada e afastada de pensamentos mais sombrios, se um oásis poderia também ser uma fonte de luz e de calor no meio da escuridão gelada. Se todas a alucinações não seriam, afinal, todas elas um qualquer oásis impossível de alcançar. Custava-lhe acreditar (...)