Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Revista Inominável

A revista para lá da blogosfera!

Ter | 17.11.15

Tabata

 

Como praticante assídua e entusiasta do desporto em geral, nunca recuso uma nova experiência desportiva. Assim sendo, uma colega desafiou-me a experimentar o Tabata e posso dizer que me rendi completamente a este protocolo de treino.

Para quem não conhece ou nunca ouviu falar, o Tabata é o treino da “moda” do qual tanto se fala e que equivale a 1 hora de exercício cardio. É um método de treino que apesar de ter uma duração de apenas 4 minutos, é bastante exigente. Durante 20 segundos é executado um exercício e descansa-se durante 10 segundos. Isto repete-se por 8 séries, num total de 4 minutos. Por isto, é chamado de Treino de Alta Intensidade.

Pode parecer muito curto, mas a verdade é que os estudos efetuados comprovam que resulta para quem quer perder gordura ou melhorar as suas capacidades cardiovasculares. Mas não se esqueçam de que para a perda de gordura ser mais eficaz, devem adotar uma alimentação equilibrada. Além do tempo, as únicas regras para assegurarmos os resultados são: os exercícios devem ser efetuados sempre em alta intensidade e realizados pelo menos 4 vezes por semana.

Os exercícios deste método de treino são adaptados à condição física de cada um, mas no geral englobam exercícios funcionais com o peso do corpo, desde squats a abdominais e burpees, entre outros. Podem fazer-se 2 ou mais tabatas seguidas, de acordo com os objetivos e a condição física de cada um.

Para que não digam que não sou amiga e que não vos quero facilitar a vida, existem à disposição várias aplicações gratuitas para smartphones com o cronómetro Tabata.

E aqui estão as razões pelas quais me rendi a este método de treino: 

  • pode ser praticado em qualquer lugar, em casa ou no parque, pois não requer grande espaço físico;
  • com apenas 4 minutos de treino, é impossível alguém dizer que não tem tempo;
  • melhora a capacidade cardiovascular;
  • não necessita de equipamento específico;
  • pode ser adaptado à nossa condição física;
  • as calorias continuam a ser queimadas várias horas após terminarmos o treino e por isso é eficaz para a perda de peso sem perda de massa magra;
  • reduz o risco de diabetes, incluindo o aumento da sensibilidade à insulina.

Seguem-se 2 exemplos deste método de treino, para que consigam perceber que parece fácil, o que não é verdade. Se no fim dos 4 minutos não estiverem cansados, é porque não fizeram os exercícios em alta intensidade. Nunca pensei que me cansasse tanto em 4 minutinhos…

Tabata 1

Aquecimento de 5 minutos

- T1 e 5:  20seg.  de Burpees (https://www.youtube.com/watch?v=JZQA08SlJnM)

10 seg. de descanso

10 seg. de descanso

10 seg. de descanso

10 seg. de descanso

Retorno à calma e alongamentos

 

Tabata 2

https://www.youtube.com/watch?v=6wWHmnh2Vgg

 

Não têm desculpa para não começarem já hoje a treinar, por isso….

             … vamos treinar?

 

Artigo de Dona Pavlova autora do blog Dona Pavlova e participante nos blogs Aprender uma coisa nova por diaClube de Gatos do Sapo e Amigos dos Animais e de Rita Fonseca autora do blog Happy & Healthy

(in revista nº 0)

Siga-nos no Bloglovin