Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Revista Inominável

A revista para lá da blogosfera!

Seg | 21.03.16

Romântica Madrid

Quando pensamos em cidades românticas, ideais para passar alguns dias exclusivamente a dois, Madrid não é certamente um dos destinos que nos vem logo à ideia. Mas devia.
A apenas uma hora de avião ou meia dúzia de carro, a capital espanhola é uma cidade ao mesmo tempo vibrante e serena, com qualidades suficientes para agradar a viajantes de todos os tipos. Se fazem parte do grupo que ainda não se rendeu aos encantos desta cidade de “nuestros hermanos”, venham comigo conhecer alguns dos lugares mais bonitos e apaixonantes de Madrid.

mad01.jpg

 

PARQUE DO RETIRO

mad02.jpg

É sem sombra de dúvida o lugar mais romântico da cidade. São 125 hectares de árvores e relva, lagos e fontes, palácios e esculturas.

Um oásis de tranquilidade e frescura onde podemos perder-nos durante horas e horas a deambular pelos caminhos sinuosos, passear de barco a remos no Estanque Grande, visitar uma exposição no Palácio Velásquez, visitar o Parterre (jardim em estilo francês) ou La Rosaleda (o roseiral), ou simplesmente aproveitar para descansar e namorar.

 

PALÁCIO DE CRISTAL

Se eu tivesse de escolher um único sítio em Madrid comomad6.jpg o meu preferido, esse sítio teria de ser o Palácio de Cristal. Embora fique situado dentro do Parque do Retiro, merece toda uma referência à parte, porque é verdadeiramente especial. Trata-se de uma imponente estrutura em metal e vidro concebida por Ricardo Velásquez Bosco em 1887, rodeada de relva e árvores, aos pés da qual se estende um lago artificial povoado com cisnes e patos, um repuxo e vários ciprestes calvos emergindo da água. Local obrigatório de paragem para relaxar na relva ou nos degraus que descem até ao lago e simplesmente deixar correr o tempo... 

O Palácio de Cristal faz actualmente parte do Museu Rainha Sofia e alberga periodicamente exposições de arte contemporânea, que são sempre experiências (gratuitas) a não perder.

 

TEMPLO DE DEBOD 

MAD20.jpg

Parece estranho encontrar um templo egípcio numa zona central de Madrid, bem perto do Palácio Real e da Catedral; poderíamos até pensar que se trata de uma imitação. Mas na verdade não é. O Templo de Debod é um monumento núbio genuíno, cujas origens remontam ao séc. II a.C., e que foi oferecido em 1968 a Espanha pelo governo egípcio como agradecimento pela ajuda na relocalização dos templos de Abu Simbel. A sua instalação ficou concluída em 1972 e é possível visitar o interior.

Estrategicamente colocado no centro de um espelho de água, tem à sua volta um agradável parque que muitos madrilenos utilizam para descansar nas horas de maior calor. Se o céu estiver limpo, programem a visita ao Templo para o final da tarde, pois é um dos melhores locais para assistir ao pôr-do-sol em Madrid.

 

CATEDRAL DE LA ALMUDENAmad17.jpg

A Catedral de Madrid honra a padroeira da cidade, a Virgem de Santa Maria la Real de la Almudena, e foi considerada a catedral nova mais velha de sempre: colocada a primeira pedra da construção em 1883, apenas foi inaugurada oficialmente pelo Papa João Paulo II em 1993 – e alguns espaços ainda não estão completamente terminados. Tem uma mistura de vários estilos “neo”, mas o interior é de cariz essencialmente moderno, com os tectos e vitrais coloridos e o retábulo do altar principal a contrastarem com o branco dominante na nave. Arejada e com uma decoração menos “pesada” do que outras congéneres, é perfeita para uns momentos de calma espiritual e recolhimento, mesmo para quem não é crente.

 

(continua)

______________________________________________________________________

Publicado em Inominável nº 2
por Ana CB autora dos blogs Viajar. Porque sim.Gene de traça, e
A vida e outros acasos.

Participante no blog Aprender uma coisa nova por dia

Siga-nos no Bloglovin