Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Revista Inominável

A revista para lá da blogosfera!

Qui | 19.10.17

Musicalizando com... os A.M.A.

Musicalizando com... os A.M.A.

 

A banda convidada desta edição vem de Santa Maria da Feira e é composta por Joana Andrade e Zé Tó Lemos, que se desafiaram a si próprios apresentando um novo tema por mês até conseguirem a marcação de uma tour.

 

Nas palavras dos membros da banda: Só nessa altura é que iremos parar de fazer as músicas, para nos dedicarmos totalmente aos concertos que esperamos em 2018”.

 

No passado dia 08 de Setembro lançaram o sexto single “Anjo da Paz”, dedicado aos bombeiros: Decidimos criar uma ação de ajuda e apoio aos bombeiros portugueses. A receita de vendas, reverterá a favor dos bombeiros”.

 

São os A.M.A.!

 

Imagem 3.jpg

 

Quem são os A.M.A., e porque escolheram este nome para a banda?

Somos dois apaixonados pela música, pelo amor e amamos tudo aquilo que nos rodeia. A decisão do nome identifica a banda na sua plenitude. Vivemos com amor, e fazemos com amor aquilo que mais gostamos de fazer - "música" - então, decidir o nome da banda teria de ser bastante incisivo. Inicialmente, pensámos em nomes como Amar, Amor, mas quando soltámos a palavra AMA, ficou decidido na hora. É amor, calma, conteúdo e paz, que queremos transmitir para quem nos procurar, quer nas nossas letras, quer no nosso som. Achamos que o mundo anda demasiado agitado, demasiado violento e com muita falta de amor. Vamos Amar Mais Agora!

 

O que vos levou a iniciar este projeto?

Existe um caminho percorrido com 8 anos de experiências, de vivências, erros e conquistas que nos levou até aqui. Não nascemos porque sim! Nascemos do trabalho, dedicação, muito foco no objetivo e muita procura para chegar à essência que nos identifica totalmente, não foi um trabalho fácil. Com Joana Andrade a solo chegámos ao 16º lugar do TNT na Rádio Comercial, e poderíamos ter seguido por aí... mas não estávamos totalmente satisfeitos, não era aquele som, não era aquele molde de projeto que nos deixava completos. Continuámos à procura, até que surge a ideia de cantar em uníssono numa zona bastante "lounge". Adorámos, amámos e está aí...

 

Como surgiu a parceria com a Farol Música?

Depois de um contacto de apresentação entre as partes, percebemos que a Farol sentiu amor no nosso projeto. A simplicidade e objetividade do processo deixou-nos confiantes de que seria o caminho certo! Estamos muito contentes com o trabalho feito até hoje, porque sentimos que é trabalho feito com amor. Decidimos, de início, que só entrarão na vida deste projeto pessoas que gostarem realmente dos A.M.A. E foi isso que aconteceu. Este é o nosso espírito e maneira de estar.

 

Imagem 1.jpg

 

A vossa ideia inicial era lançar, mensalmente, um novo single, através do Youtube e SoundCloud. Pelas mãos da Farol, decidiram manter esta ideia, lançando um single a cada mês, nas plataformas digitais. Porquê?

A ideia de lançar um tema por mês é uma forma de nos desafiarmos a nós próprios! Gostamos de desafios, gostamos de compor e não queremos fazer um álbum a correr. Longe disso... Não queremos guardar músicas e esperar um ano para as lançar, porque daqui a um ano já as faríamos de outra forma! Não precisamos do processo convencional de gravação e produção, porque montámos a nossa "máquina" onde trabalhamos de seis a oito horas por dia. Queremos também estar em contacto com os fãs, e perceber música a música o que eles sentem, o que eles interpretam do que estamos a fazer.

Plataforma Digital? Porque é o futuro do presente e o presente futuro.

 

Imagem 2.jpg

 

Todas as músicas e letras são da vossa autoria. Sobre o que falam as vossas músicas, e o que pretendem transmitir através delas?

Amor... amor... amor. As nossas músicas contam essencialmente histórias de amor, vivências.

 

Cantar em português foi algo que ficou definido desde logo, ou foi uma opção ponderada?

Cantar em português é a única opção. Somos portugueses, falamos português, vivemos e amamos em português, sonhamos em português, logo, cantar noutra língua ficou fora de questão.

Somos a linguagem mais bela e complexa do mundo!

 

Como caracterizariam o vosso estilo musical?

Lounge, digital, moderno, cool, 100% português!

 

 

“Não Estamos Sós”, “Ama” e “Faltou-nos Um Beijo” foram alguns dos primeiros singles a serem lançados. Pegando nestes títulos, de que forma completariam as seguintes frases?

“Ama… o que puderes amar!”

“Não estamos sós quando… estás desse lado.”

“Faltou-nos um beijo quando… vivemos a correr.”

 

“Diferentes Iguais” tem recebido várias críticas positivas. O que é que a Joana e o Zé Tó têm de diferente, e em comum entre ambos?

Os nossos opostos completam-se. Vivemos em harmonia e com uma coisa em comum, o amor.

 

Em Agosto foi lançado o single “Hoje é Um Novo Dia”. É assim que os A.M.A. encaram a vida?

Completamente. Todos os dias!

 

Para além do lançamento de um single mensal, que outros objetivos gostariam os A.M.A. de ver concretizados, a nível musical, num futuro próximo?

Temos sede de palco, é uma realidade. O nosso próximo passo será encontrar um agente que "ame" o nosso projeto, para que uma tour deixe de ser um sonho e passe a ser uma realidade. Não queremos sonhar muito, queremos viver um novo dia todos os dias.

 

Para além das plataformas digitais, onde poderão os portugueses ouvir os A.M.A.?

Neste momento só mesmo nas plataformas digitais. Existimos há 6 meses, uma música por mês, seis músicas, ainda não conseguimos um concerto com apenas seis músicas. Mas muito em breve esperamos responder a esta pergunta de forma diferente.

 

Muito obrigada!

 

 

Nota: esta entrevista teve o apoio da Farol Música.

 

 

__________________________________________________________________

Publicado em Inominável nº 10

por Marta Segão, autora do blog Marta O meu canto e participante no blog Clube de gatos

Siga-nos no Bloglovin