Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Revista Inominável

A revista para lá da blogosfera!

Sex | 03.11.17

Lá vem a Noiva | A noiva de branco, o noivo de preto...

A noiva de branco, o noivo de preto...

... mas será mesmo assim nos dias que correm?

Fiquei noiva há mais de meio ano e se há coisa em que ainda não tinha pensado muito tinha sido O vestido. Todos os que me rodeavam faziam a mesma pergunta "E o vestido, já pensaste?"; relaxadamente, para não dar ar de demasiado despreocupada respondia "vai ser branco!", tal como a tradição manda. Afinal, quando pensamos no conceito de "noiva" a primeira coisa que nos vem à cabeça é o quê? Uma senhora, bem maquilhada, com os cabelos sem se conseguirem mexer, um sorriso de orelha a orelha, um belo vestido à Cinderela e Branco! Branco era a resposta acertada para todos aqueles que me perguntavam pelo vestido que ainda não tinha sido idealizado, apesar de desde pequena eu sempre me ter imaginado como uma noiva de vestido pelo joelho e sapatos vermelhos brilhantes, tal e qual a Dorothy d'O Feiticeiro de Oz.

A tradição ainda é exigente e pouca gente lhe foge: vestido comprido, grande, brilhante e branco. Branco pela pureza da noiva, grande pela luxo e o brilho para a noiva nunca deixar de ser o centro das atenções (imagino eu!). No entanto, no último mês, a menos de um ano da grande data (vá, ‘panique’ quem quiser menos eu!), aqui a noiva deu por si a, finalmente, procurar vestidos de noiva no mundo virtual (é que ir a todas as lojas e mais algumas estava absolutamente fora de hipótese!). E qual não é a minha surpresa quando vejo vestidos de noiva pretos, laranja e até vermelhos? Os vários tons de branco já eram habituais, branco sujo, branco ovo, branco puro e mais uns quantos brancos que pouco consigo distinguir. Contudo, não esperava encontrar vestidos cor-de-laranja, quanto mais pretos! Foi então que iniciei a minha saga de procurar as noivas por esse mundo fora.

Surpreendam-se minha gente, há vestidos de noiva de todas as cores e feitios. Se para uns o branco é a pureza e o véu sinal de submissão ao marido (mais no Ocidente), para outros o vermelho é felicidade e paixão (por exemplo na índia), e o verde sinal de boa sorte (em Itália a noiva leva sempre algo verde). Mas não são só as cores que variam, os formatos também; umas vão todas tapadas, desde mãos ao rosto (como em Marrocos), outros são mais decotados e quanto mais mostrarem melhor (oh, voltamos ao Ocidente...) - basta vermos os vestidos de Micaela Oliveira.

Nos dias que correm, apesar da pureza dúbia da noiva nos tempos modernos (e até nos tempos antigos), o branco continua a simbolizar a noiva na nossa sociedade, além das mil formas de branco que temos de chamar ao próprio branco. Uns, sem fugirem muito ao tradicional, tendem mais para o bege e para o cor-de-rosa, mas nada demasiado díspar como o cor-de-laranja. Poucas ainda são as noivas que arriscam com vestidos de cor forte.

Já o noivo, apesar da variedade de fatos e de cores ser alguma, ainda são muitos os que optam pelo tradicional preto. (E cá vai a típica piada: "A noiva vai de branco porque é o dia mais feliz da sua vida. E o noivo? Vai de preto porque vai para o próprio funeral!") Graças aos estilistas e aos homens de bom gosto que se fartaram do preto, já vemos mais fatos cinzentos e azul-marinho. Há até alguns que tentam aparecer de branco, mas há quem diga que o branco é apenas da noiva e de mais ninguém. É preferível serem uma espécie James Bond numa versão mais sofisticada ou um príncipe num fraque mais moderno - desde que não seja em branco para fazer concorrência à noiva, tudo bem! Afinal, o branco é da noiva e este é o seu grande dia! Por outro lado, ainda bem que as tendências têm vindo a mudar. Ainda bem que hoje já há vestidos de noiva com outras cores, talvez influência da globalização; talvez as pessoas já estejam a cansar-se do que é tradicional. O que importa é que, independentemente do vestido e da sua cor, seja um dia feliz, e que tanto o noivo como a noiva se sintam concretizados.

 

 

 

__________________________________________________________________

Publicado em   Inominável nº 10

Just Smile, autora do blog Just Smile

Siga-nos no Bloglovin
 

2 comentários

Comentar post